CPTPP - Clube Português de Tiro Prático e de Precisão
 
 

FAQ - "Frequently Asked Questions" | Questões Frequentes

Como se pode tornar sócio do CPTPP e atirador federado?

1º - Inscrição no Clube para a qual necessita de uma ficha de inscrição, fotocópia do bilhete de identidade ou cartão de cidadão e do cartão de contribuinte, uma fotografia tipo passe e 83.00 € (inclui jóia de inscrição 30.00€ e a quota anual de 53.00€ do Clube para 2017);

2º - Frequência de um Curso, ministrado pelo Clube de preparação para o exame de admissão a Federação Portuguesa de Tiro (75.00 €);

3º - Exame de admissão à Federação Portuguesa de Tiro (25.00€);

4º- Inscrição na Federação Portuguesa de Tiro para a qual necessita de, além de aprovação no respectivo exame, indicado no ponto anterior, de uma ficha de inscrição da FPT, fotocópia do bilhete de identidade e do cartão de contribuinte, atestado médico em impresso do Instituto do Desporto de Portugal. Pagamento de 34.00 € licença A + 17.00 € licença D + 5.00 € seguro desportivo, ou seja 56.00€ caso pretenda ter as duas licenças ou 39.00 € caso pretenda ter apenas uma.

Todos os valores pagos são válidos pelo ano civil.

Para mais informações sobre licenças federativas queira por favor consultar o Regulamento de Licenças Federativas da Federação Portuguesa de Tiro >> .

A partir do momento que tenha cartão da Federação Portuguesa de Tiro poderá solicitar junto da Direcção Nacional da Polícia de Segurança Pública (DN-PSP) a Licença de Uso e Porte de Arma (LUPA) de Tiro Desportivo.


IPSC - Tiro Prático

A prática de tiro desportivo de IPSC em Portugal é regulada por Lei, e obriga a um conjunto de procedimentos, cursos e requisitos de prestação desportiva.

Em primeiro lugar deve associar-se a um Clube de Tiro reconhecido pela Federação Portuguesa de Tiro.

Em segundo lugar deverá seguir o procedimento, com formação e exame (ambos teóricos e práticos), para que possa ter uma Licença Federativa (LF).

Em terceiro lugar deverá requerer junto da Direcção Nacional da Polícia de Segurança Pública (DN-PSP) uma Licença de Uso e Porte de Arma (LUPA) Desportiva.

Poderá então iniciar a sua prática desportiva e competitiva seguindo um conjunto de requistos, temporais e de resultados, que lhe permitirão passar da LF "A" para a LF "C", esta última aquela que é requisito necessário para que possa aceder à prática de IPSC

Deverá consultar o regulamento federativo de licenças para conhecer em detalhe os passos envolvidos (e, em detalhe, os tempos e mínimos desportivos a respeitar, ref. ).   Em traços gerais os passos são:  

(i) Obtenção de LF "A" após formação e aprovação em exame teórico e prático;
(ii) Obtenção de LF "B" após um mínimo de 2 anos com LF "A" e obtenção de mínimos desportivos conforme regulamento;
(iii) Obtenção de LF "C" após um mínimo de 2 anos com LF "B" e obtenção de mínimos desportivos conforme regulamento;
(iv) Uma vez obtida a LF "C" terá de frequentar uma formação e obter aprovação em exame, teórico e prático, especifico para IPSC e apenas neste momento poderá então praticar tal modalidade - exigindo a renovação futura desta autorização a participação regular em provas da mesma (reconhecidas pela FPT).

O CPTPP assume directamente o tratamento de todas as matérias processuais relacionadas com a progressão de licença federativa. As matérias processuais junto da DN PSP são tratadas exclusivamente pelo próprio atirador.



Formulários e Documentos

Ficha para Proposta de Associado CPTPP >>

Ficha para Proposta de Praticante FPT >>